Editorial

A extrema direita defende pedófilos e persegue uma criança de 10 anos

Da Redação

A frase título desse editorial foi tuitada no último domingo pelo presidente nacional do PSOL Juliano Medeiros. E é a mais pura verdade. Defender o direito de um estuprador ser pai é uma total inversão de valores que uma corja que se autodenomina “religiosos” insiste em disseminar.

Mas uma vez a tal Sara Geromini esticou a corda, num gesto de profunda indecência expôs ao séquito a menina e sua família.

Mas isso não basta. Esses setores fotos religiosos tem que ser contidos. Porque não é possível que estes estejam liberados a defender esse absurdo no púlpito sem direito a contraditório.

Com dinheiro do Estado, através da isenção de tributação, algumas personas ditas religiosas, transformam o espaço em palanque político. É justo um espaço com esse grau de legitimidade fique liberado a produzir versões dos fatos sem nenhum amparo na realidade? Isso é democracia!?

É preciso aproveitar o debate da Reforma Tributária e seriamente repensar a imunidade tributária concedida a esses “templos”. Boa parte produz fake news, negacionismo e maldade.

É importante aproveitar esse caso para perceber como é pertinente a tese do abuso religioso em âmbito eleitoral, que vem sendo debatida do Tribunal Superior Eleitoral.

É preciso repensar os limites também para pastores e religiosos em geral se candidatarem. Proibir é uma decisão desproporcional, mas impor regras, está mais que na hora.

A esquerda precisa parar de bom mocismo e entrar nesse debate. Sair um pouco das comedidas palavras e expressar o que o povo já sabe: que tem muito charlatão se escondendo como religioso e utilizando isso como palanque eleitoral. É papel da esquerda a luta contra a opressão e essa é mais delas. A esquerda não pode se omitir.

Por fim, ressaltar atitude corajosa das mulheres que foram para porta do hospital em Recife fazer a autodefesa cidadã da menina violentada. É com atitudes assim que vamos vencer o fascismo.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar