BrasilNotícias

Água não é mercadoria, saneamento básico é direito

Por Gustavo Souto de Noronha*

Água não é mercadoria, saneamento básico é direito. A iniciativa privada resolve? Claro que não, tanto que, vejam vocês, nos processos de reestatização mundo afora água tem sido uma regra… Quer conferir? Dá olhada na remunicipalização da água aqui http://remunicipalisation.org.

A retomada do poder público como prestador de serviços à população tem sido cada vez mais recorrente. Aí vai vir teu coleguinha minion perguntando de “onde você tirou essa informação?”, manda pra ele esse estudo: https://www.tni.org/en/publication/reclaiming-public-services.

Ainda sobre a questão das águas, segue um artigo de corte mais acadêmico, o resumo do trabalho abre com a frase: “A remunicipalização é uma das mudanças mais significativas na política de serviços de água em uma geração”. O trabalho tá no elo: http://www.water-alternatives.org/index.php/alldoc/articles/vol12/v12issue3/528-a12-2-11/file.

Eles querem iniciativa privada não pq querem melhorar o serviço para as pessoas. Essa gente tá nem aí pro saneamento básico das famílias brasileiras, querem aumentar o lucro de meia dúzia com mais privatização. Não se surpreendam, os lucros serão privados, o prejuízo público.

*Gustavo Souto de Noronha é economista

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Fechar