MundoNotícias

125 ANOS DE SANDINO

Por Movimento dos Trabalhadores Sem Terra

Augusto César Sandino foi um revolucionário nicaraguense que liderou a resistência contra a presença militar dos EUA na Nicarágua entre 1927 e 1933. Suas ações o tornaram um símbolo da resistência à dominação estadunidense na América Latina.

Sandino foi executado, em 21 de fevereiro de 1934, pelo general Anastasio Somoza García, embaixador estadunidense que deu um golpe de estado (1936) com o apoio dos EUA – estabelecendo uma ditadura hereditária que comandou a Nicarágua por mais de 40 anos.

O legado de Sandino foi seguido pela Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN), que derrubou o regime dos Somoza em 1979.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar