NotíciasRio de Janeiro

Justiça proíbe Crivella de instalar tomógrafo na Universal

Da Redação

São tempos absurdos, isto nós já sabemos mas o bom senso consegue algumas vitórias diárias.

A Justiça do Rio proibiu nesta quarta-feira (13) que o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) instale um tomógrafo no terreno da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) na Zona Sul do Rio.

A decisão liminar pede que as obras de instalação do equipamento sejam suspensas. A ação popular foi movida por lideranças comunitárias da Rocinha.

O equipamento, inicialmente seria instalado dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da comunidade da Rocinha, teve o destino alterado. Um dos argumentos usados pela prefeitura era que a igreja ficava próxima ao metrô do bairro.

A determinação obriga a instalação do aparelho na UPA da Rocinha, mas Crivella anunciou que vai recorrer. Em plena pandemia, o prefeito do Rio usa a máquina pública para fazer campanha antecipada ilegal.

Enquanto segue o impasse, mais pessoas morrem na comunidade. A Rocinha têm o maior índice de infectados e mortos pelo coronavírus.

Sigamos na luta contra a pandemia e contra os que a utilizam para o oportunismo político.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar