Caio TeixeiraColunas

BaianaSystem nos lembra: “Lute pelo seu direito de festejar! Festeje o seu direito de lutar! “

Por Caio Teixeira

Ocorreu ontem (28), no Circuito Dodô (Barra-Ondina), orla de Salvador, mais um protesto contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL). A banda BaianaSystem e seus convidados BNegão e Vandal levaram os foliões ao delírio na capital baiana.

BaianaSystem, banda que mistura a guitarra baiana com dub e uma série de ritmos – vem resignificando a música e o carnaval de Salvador e do Brasil, o grupo contra-ataca a mercantilização da folia, levando seu trio, o Navio Pirata, sem cordas para as ruas.

A banda liderada por Russo Passapusso incendiou o circuito, homenageou Marielle Franco e Mestre Moa do Katendê e ainda ouviu seu público entoando alto coro contra o presidente. “Pirataria no primeiro dia de carnaval, a grande vitória é q foi só energia positiva da barra até ondina.” escreveu o cantor Passapusso no Instagram.

A vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada em março de 2018 e o compositor e mestre de capoeira Moa do Katendê, assassinado em outubro do mesmo ano, foram ovacionados pela multidão que lotou o Barra-Ondina.

No repertório, o grupo baiano mesclou canções do início da carreira e canções atuais, como Sulamericano, com participação de Manu Chao e do recém-lançado “O Futuro Não Demora”.

Várias queixas para Jair no primeiro dia de carnaval, além do “Ei, Bolsonaro, vai tomar no c.” – veja abaixo o vídeo – Queiroz afirmou por escrito ao Ministério Público do Rio de Janeiro que recolheu parte dos salários de funcionários de Flávio Bolsonaro (PSL) para distribuir a outras pessoas. É difícil que esse governo consiga aprovar a reforma da Previdência.

Carnaval 2019: BaianaSystem arrasta multidão em Ondina

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar